23.12.10

Balanço Geral

Fim de ano tá aí e como todo ser humano cristão deve fazer nessa época do ano, eu também parei pra analisar o que passei em 2010 e planejar algumas coisas pra 2011. Resolvi dividir com vocês, principalmente a parte que diz respeito ao ano que está terminando. Vamos lá!
Bem, o ano de 2010 foi um ano de crescimento pessoal. Estabilização profissional, aquisições materiais, amadurecimento pessoal... Tudo junto! Acho que foi um ano de conclusão de antigos ciclos e preparação para novos. Aprendi muito sobre artes esse ano:

* Arte do desapego;
* Arte de fazer novas amizades;
* Arte de conservar antigas amizades;
* Arte de me afastar de amizades ruins;
* A importantíssima arte de saber distinguir as boas das más amizades;
* Arte de me fazer presente mesmo a quilômetros de distância.

Aprendi muito em 2010 também:

* Aprendi que em uma madrugada no trabalho, isolada do mundo na minha sala de 12m², com um ar condicionado ligado no modo Alasca, eu estou muito mais bem acompanhada do que muitos que estão na boate rodeados de gente, pois tem gente sempre rezando por mim e me desejando o bem;
* Aprendi a expressar meu carinho e cuidar dos relacionamentos com essas pessoas que me incluem nas suas orações, a valorizar e retribuir com tudo o que eu posso o carinho gratuito que têm por mim, da forma que der;
* Aprendi a me colocar no lugar das pessoas antes de condená-las e a desejar o bem em dobro aos meus "desafetos", pra que não cresça em mim a semente do desafeto, da inimizade;
* Aprendi a poupar meu Português não discutindo com qualquer um por qualquer coisa. Aliás, aprendi que o verbo certo não é discutir e sim argumentar;
* Aprendi que em certos casos realmente é melhor calar e deixar que o tempo dê conta:
- De curar feridas;
- De aproximar as pessoas que são importantes;
- De afastar as irrelevantes;
- De acalmar paixões, por mais avassaladoras que elas pareçam;
- De colocar nossos pés de volta ao chão até mesmo depois dos mais altos voos;
* Aprendi a me respeitar, me amar, me escutar;
* Aprendi que família e amigos são as coisas que mais importam na vida de qualquer um, e que amor não é somente quando a gente faz sexo com alguém, é um carinho e um querer-bem quase inconsiente por qualquer pessoa que se estime;
* Aprendi que dinheiro não é tudo, mas que estabilidade financeira é fundamental;
* Aprendi que realizar um sonho traz uma felicidade absurda e principalmente, aprendi a diagnosticar com essa felicidade absurda quem me ama de verdade, pois são exatamente aqueles que vibram simplesmente por me verem feliz;

E a coisa mais importante (na minha opinião) que aprendi foi que Deus independe de religião, de ir à igreja ou não, de fazer rituais e cantar músicas religiosas ou não. Descobri com seguridade que Deus é energia, é o que move tudo que a gente vê e mais um montão de coisa que a gente não consegue enxergar. E essa energia tá dentro de mim, em toda a minha volta, em tudo que vejo e faço. Num momento de indecisão e dificuldade até pra pensar uns anos atrás, eu pedi desesperadamente pra Deus agir na minha vida, jurei que ia parar de tentar fazer as coisas "de acordo com meus planos" e deixar que elas sigam o rumo de acordo com "os planos que Deus tem pra mim". Coindidência ou não, dali em diante a vida começou a fluir. Muita coisa boa aconteceu e acho que a melhor de todas elas é que eu perdi a capacidade de gravar meus contratempos. Simplesmente comecei a escrever sobre isso e fiquei tentando lembrar alguma coisa ruim que me aconteceu nos últimos tempos e nada me passou pela cabeça.
Bem, pra não salvar o post mais uma vez em rascunhos e deixá-lo lá, no limbo entre tantos outros nunca terminados que a minha falta de tempo e paciência impedem de serem publicados, vou parar por aqui porque me emocionei o suficiente pra enxergar as letrinhas embaralhadas na tela. E quero terminar especialmente com esse sentimento: GRATIDÃO! Se 2010 foi um ano de executar os planos e pedir força a Deus para não desistir no meio da estrada, em 2011 a única coisa que tenho a pedir é que Deus continue agindo em minha vida, que ela continua nas mãos Dele. O resto, é só agradecer, muito e o tempo todo.
Feliz Natal (não esqueça que não é o papai noel o motivo da comemoração) e que 2011 seja um ano f#da pra todo mundo. Aos amigos todos, amo vocês, cada um de uma forma, mas com a mesma intensidade. Tamo junto em 2011, vem que vem ano novo, é nozes!!!

PS: Beijos especiais pra duas grandes amizades conquistadas em 2010 e que espero que durem pro resto da vida, Milla e Sil. É por causa delas que a Bahia tem essa alegria toda! Amo vocês. E pro restante da galera, sem ciúmes, só tô falando delas porque são conquistas de 2010, mas a cobertura é grande, cabe todo mundo no topo do meu coração... rs

Seguidores