10.3.11

Ressaca Pós Carnaval

Agora que o carnaval passou e parece que o ano vai começar oficialmente no Brasil eu me peguei pensando: “o que será das pessoas que até semana passada estavam zoando os amigos comprometidos porque eles iam poder zoar TODAS no carnaval, beijar TODAS, pegar TODAS... Enfim... Será que de TODAS elas, alguma vai ficar pra contar história? Ou será que TODAS elas não valeriam a pena para algo além do “one night stand”?
Bem, minha concepção é meio brega, meio piegas, mas ainda prefiro as coisas à moda antiga (e me recuso a acreditar nessa história de solteiro convicto). Duvido que até o cara mais pegador, mais Charlie Harper da história, não se sinta sozinho em algum momento da vida. Afinal, alguém aí não trocaria fácil sete bocas de noitada por uma boca só que diz sete vezes seguidas que te ama incondicionalmente? Eu troco, sempre!
E agora querido, nesse pós-carnaval, que você está aí cheio de ressaca física e moral, o momento é perfeito pra parar e pensar (como todo bom brasileiro solteiro-convicto pensa nessa época “pós-pode-tudo”) que o verão tá acabando, horário de verão já acabou e provavelmente junto com ele as suas economias também se foram (nas viagens e garrafas de Absolut e Red Label). As coisas começam a ficar meio pesadas pra quem não tem um cobertor de orelha, alguém pra chamar de seu e tudo o mais. Mais um Dia dos Namorados sem presente? Mais um inverno batendo bota nas boates repletas de gente mal intencionada ou desinteressante mesmo, que não servem pra apresentar para os pais, que nunca vão te mandar flores e muito menos dizer um “eu te amo” sincero (ou mentiroso mesmo).
Não estou falando isso pra ninguém ficar deprê nem pra me gabar por ter um namorado, mas é que tem gente que se empolga com o calor do verão e esquece que não dá pra levar o mundo pra cama ao mesmo tempo (e mesmo se desse, nesse caso o vazio parece crescer ainda mais conforme seu número de “parceiros casuais” vai aumentando). E tem gente que se deixa levar por má influência dos amigos e acaba terminando relacionamentos bacanas por causa de 5 dias de folia. Meu MSN agora tá bombando de historinhas e lamentações estilo: “Fui pra Salvador, beijei 250 meninos, mas amo meu namorado e quero voltar com ele”. Tá boa filha?! Acha que o cara ficou em casa dormindo, esperando igual a Cinderela pra você chegar e dar um beijo encantado e vocês viverem HAPPILY EVER AFTER? Me poupe! Ele no mínimo saiu, curtiu todas, beijou 567 meninas e se você além de tonta for azarada, ele conheceu uma garota que valia a pena trocar telefone (porque existem mais meninas legais na pista que meninos, #fato) e você DANÇOU muito mais do que no carnaval o “vou não, quero não, posso não...”
Falo por mim (que já há muitos carnavais estou comprometida) que dá pra se divertir sim acompanhada e que sinceramente não troco meus dias de folia amena pela curtição até o último grau e explico porque; simplesmente porque a zoação amena nos cinco dias vem acompanhada de outros 360 dias de “eu te amo muito” e mesmo descontando os dias que estou enclausurada no além-mar, os mais ou menos 180 dias que me restam de filme, caldo verde e carinho no sofá não têm preço. E você, folião, tem o que mesmo?! Comenta aí e me ajuda a lembrar, por favor! Que seus corpos estavam preparados para a festa da carne eu não tenho dúvidas, mas e pra festa da alma, do coração, será que você tem convite?!

PS: Pesquisando a imagem pra ilustrar o post, achei um blog super bacana e um post falando mais sobre carnaval como atestado para vulgaridade adiquirida. Quem quiser dar uma olhada, só clicar aqui. Tá que o post dela é do ano passado, mas vale a pena dar uma passada. Não conheço a autora, mas gostei da forma que ela escreve e ainda roubei a foto do post... hehehehehheee

3 comentários:

  1. ai...ai......manteiga derretida parte 2!!
    hahahahahahah, mas é isso mesmo!!! tem nego q acha q ta bombando, como na verdade ta forever alone!!!! sem um cobertozinho de orelha!!!

    ResponderExcluir
  2. Como "prometido": Estou retribuindo a visita. =D
    E concordo plenamente com o que você disse. Eu não tenho namorado, mas prefiro mil vezes esperar por alguém decente do que curtir algo completamente superficial.

    E valeu pela indicação do blog! Vc fez uma pessoa feliz! ahauhauhauhauh

    ResponderExcluir
  3. Então tenho certeza que hoje há pelo menos duas pessoas felizes no mundo... Obrigada pela visita, volte sempre!
    E é isso aí, não importa se a gente tem namorado ou não, tem que se valorizar mesmo. O mundo tá de cabeça pra baixo, se a gente não se segurar, despenca!!! rs
    Bjuxxx

    ResponderExcluir

Amiiiiiiigo, hein?! Pega leve aí... rs

Seguidores