29.10.10

Ali

Fui ali me livrar de todas as dores de cabeça e mandingas que há.
Fui ali jogar a tabuada fora e eliminar os problemas chatos que não param de incomodar.
Fui ali ver se eu estou na esquina, vendo a banda passar.
Fui ali abrir a janela pra deixar o sol entrar.
Fui ali e não sei se vou voltar, nem se vai ser já.
Fui ali tomar um banho de mar pra me purificar e energizar.
Fui ali me jogar, saltar, me arriscar.
Fui ali onde você nem imagina que eu possa estar.
Fui ali onde  não quero revelar.
Fui ali agradecer por conseguir me libertar
Da vida que eu levava, dos sonhos que sonhava e da realidade que ignorava.
Fui ali valorizar-me como indivíduo, mandando quem me magoa pro meio da merda
Mandando o dedo do meio para aqueles que se incomodam com a minha felicidade
Torcendo para que eles saibam como utilizá-lo bem o suficiente pra fazerem a sua própria felicidade
E esquecerem da minha existência
Fui ali conversar com Deus e agradecer por Ele mesmo fazer as faxinas na minha vida, quando eu não consigo, quando eu tenho preguiça ou medo ou apego em demasia
Fui ali agradecer também por Ele levar pra longe o mal, não deixando que ele me atinja
Por liberar minhas gavetas e cabides de vez em quando, pra que eu possa guardar novas coisas, novas lembranças
Fui ali respirar fundo, ar puro, paz, silêncio e equilibrar minhas energias vitais
Fui ali buscar novidades, novos motivos pro sangue correr forte na veia, pra sentir a vida pulsar aqui dentro.
Enfim... fui ali buscar mais inspiração pra continuar escrevendo e sorrindo, e xingando e chorando, pois é disso que a vida é feita e eu sou muito grata a tudo isso. Nada é por acaso e nada acontece fora do lugar. No ciclo da vida, tudo se encaixa de certa forma.

Um comentário:

  1. E vim aqui conhecer este seu lindo universo de palavras...besos, gostei do ambiente rs

    ResponderExcluir

Amiiiiiiigo, hein?! Pega leve aí... rs

Seguidores