28.10.10

Tudo Pelo Frio na Barriga

Dizem que relacionamentos começam pelo olhar, pelo sorriso, pelo toque, pelo cheiro... Pode ser por tudo isso, mas pra durar mais do que os cinco segundos da atração, tem que ter é frio na barriga. Aquela falta de ar discreta, mas que você jura que todo mundo percebe, os olhos lacrimejando e comprimidos pelo sorriso largo, as bochechas coradas, a pequena timidez que te impede de olhar nos olhos, com medo de se denunciar, a sudorese nas mãos (isso quando elas também não tremem como se você tivesse Parkinson), sentir que as pernas são feitas de borracha e sentir aquela âncora puxando tudo que está por dentro, na região toráxica, pra baixo, como se quisesse sair de dentro da gente... É disso que tô falando!
O frio na barriga está diretamente ligado à paixão e é tudo o que te desequilibra, faz você dar mancada mesmo, rachar a cara... É engraçado até! Quantas vezes você já não parou pra rir com um namoradico lembrando das coisas tontas que fez na fase da conquista? Sempre tem uma história. A nossa preocupação em mostrar o que temos de melhor e camuflar os defeitos é tão grande que a gente desconcentra, se perde. Acho que é o instinto caçador que fala mais alto, estimula pra que façamos tudo pra conquistar o outro, pra mostrar que somos a última fatia de linguiça na feijoada. E não adianta ler livros de auto-ajuda, a Nova Cosmopolitan ou ir ao pai-de-santo pra buscar conselhos, um passo-a-passo pra não dar mancada, as mancadas fazem parte da conquista.
Mesmo que saiamos do campo sentimental, em um emprego novo também é a mesma coisa, se aquilo te estimula e você deseja muito uma vaga/ promoção, vai se dedicar ao máximo para conseguir se destacar entre os demais e alcançar o objetivo. É normal, é do ser humano. Por isso que a maioria das grandes empresas hoje em dia exploram os planos de carreira, para manter o funcionário empenhado e , sempre motivado pela possibilidade de crescimento profissional.
Então, eu por aqui só fico torcendo para que nunca me falte frio na barriga, expectativa, esperança e até um pouquinho de dúvida pra manter sempre os olhos bem abertos pros acontecimentos à minha volta...

Gente, desculpa aí mas pra não colocar mais um post na minha pasta de rascunhos (porque pela milésima vez tive que interromper o pensamento por causa de um chato sem-noção, desses que gostam de atrapalhar teu espaço vital, mas isso já é assunto pra outro post), eu vou ter que clicar no "publicar postagem" sem ler o que escrevi até aqui e e sem concluir meu raciocínio, que foi completamente desviado agora. O mau-humor tomou conta de mim neste momento e vou lá terminar de ler meu Harry Potter do coração pra ver se equilibro o Yin e o Yang, porque neste momento sinto que o Yang bateu no Yin e esse entrou em coma profundo. Se der, volto depois e faço um update de conclusão do post. Beijos!

PS: Eu odeio MUITO gente chata!

Um comentário:

  1. Ludmilla Monfardini30 de outubro de 2010 05:57

    ei Cíntia!! vc realmente é uma figura!! Mais aquelas premiadas sabe!!?!
    Belo raciocínio.....ah! Fechou c chave de ouro! =)

    ResponderExcluir

Amiiiiiiigo, hein?! Pega leve aí... rs

Seguidores